Televisão e experiência social

Tradução do livro de Raymond Williams será lançada em aula inaugural

A tradução inédita para o português do clássico dos estudos culturais ingleses, Televisão: tecnologia e forma cultural, de Raymond Williams, publicado há 42 anos, será lançada em BH durante a aula inaugural dos cursos de Publicidade e Propaganda e Cinema e Audiovisual, dia 8 de março. Os responsáveis pela tradução são os professores da PUC Minas Marcio Serelle e Mário Viggiano.

No livro, segundo Serelle, Williams aborda a televisão como uma forma cultural, analisada pelo ponto de vista da experiência social, indo além da crítica sobre a alienação e manipulação dos meios. Aspectos que, de acordo com ele, expõem a atualidade da obra na contemporaneidade. “Ele se recusava a ver a concentração de poder e capital como fatores determinantes para os usos ou resultado das mídias”, afirma.

Para Serelle, Williams encara a TV como espaço privilegiado para compreender a construção e articulação das vidas das pessoas, atravessada pela mídia. “Para Williams, era preciso não só buscar usos desviantes na tecnologia, mas, principalmente, organizar uma resistência que tenha voz nas tomadas de decisão acerca da democratização dos meios. Bem, nada mais urgente no Brasil de hoje”, conclui.

Treze Informa edição 02-2a

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *