Diferentes cantos do mundo no Treze

Intercambistas da Comunicação contam sobre suas impressões e vivências

Por meio de programas de intercâmbio e bolsas de estudos, estudantes estrangeiros têm a oportunidade de cursar disciplinas na Comunicação da PUC Minas. Eles são de diferentes partes do mundo: América do Sul, América do Norte, Europa, África… Com o objetivo de conhecer melhor suas singularidades e experiências, o Treze Informa conversou com alguns desse estudantes.

Nadia Knuba, da República Democrática do Congo
Nadia Knuba, da República Democrática do Congo Crédito: Lab Foto // Letícia Mattos

Nadia Nkuba, da República Democrática do Congo, se considera uma garota tímida. Inicialmente, é de poucas palavras. No entanto, sua satisfação com o intercâmbio é evidente. “As pessoas no Brasil são muito acolhedores e alegres. Procuram saber de onde você veio, a sua história… Sempre fui muito bem recebida”. Atualmente cursando o 5º período de Publicidade e Propaganda, Nadia ganhou uma bolsa do Governo Brasileiro e irá completar a graduação no Treze. “A Comunicação, na verdade, não era minha primeira opção. Hoje, porém, me encontrei totalmente na Publicidade e quero seguir nessa área”.

Francesa, Fiona Attiogbe cursa Publicidade e Propaganda no Treze. A garota, solícita e sorridente, já conheceu diversas regiões do Brasil e afirma estar mais do que satisfeita com o ambiente universitário. “Na França, temos uma relação mais distante e rígida com os professores. Aqui, eles fazem tudo por nós. Eu adoro todos os professores do Treze”, contou, empolgada.

Anastasia Guillien chegou da França em agosto de 2017 para  realizar  intercâmbio na PUC Minas. Seu curso é Relações Internacionais, mas ela também optou por realizar matérias de Comunicação Social e Pedagogia. Sobre a relação com a Comunicação, Anastasia comenta: “Uma colega minha, também francesa, já tinha estudado no Treze, teve uma ótima experiência aqui e me recomendou. Percebo que os professores são muito afetuosos e dão bastante atenção para a gente”, disse. Encantada com o Brasil, Anastasia destaca as belezas naturais do país. “É difícil escolher o que gosto mais. Adoro a música, a comida, a movimentação das ruas… Mas as paisagens dos vários cantos do Brasil me impressionaram muito”.

Fiona Attiobe, do norte da França, estuda Publicidade e Propaganda e Administração na PUC
Fiona Attiobe, do norte da França, estuda Publicidade e Propaganda e Administração na PUC Crédito: Lab Foto // Lucas Gomes

Benjamin Schlarbaum, estudante norte-americano, está no 5º período de Cinema e Audiovisual. Ele ressalta que seus colegas são pessoas abertas, que buscam acolher bem os estrangeiros. “Eu escolhi Cinema porque sempre tive muito interesse na área e não queria trabalhar em espaços fechados, como o de um escritório. Sinto que o Audiovisual é realmente a minha área”, disse.

(Publicado originalmente no Treze Informa – Edição 41)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *